The Handmaid's Tale: fugas, alianças e prisões nos episódios 3x10 e 3x11 [recap]

  • por Minha Série em 05/08/2019 - 12:26

Atenção! O texto a seguir relata os acontecimentos dos episódios 3x10 e 3x11 de The Handmaid's Tale.

O episódio "Bear Witness" mostrou June ganhando o apoio de dois lados importantes em The Handmaid’s Tale: das Marthas e do Comandante Lawrence. Entre bolinhos, a resistência começa a ter uma atuação mais presente e ativa diante da proibição de medicar Elaenor e de não receberem os remédios psiquiátricos que são proibidos em Gilead.

Depois de passar semanas ao lado de Ofmatthew que estava em estado vegetativo, June é levada de volta à casa dos Lawrences. Lá, ela percebe que a decoração está diferente, que os livros e as obras de arte desapareceram da maioria dos cômodos por conta das novas regulamentações que o Comandante Waterford apresentou desde o seu retorno de Washington.

June quer manter sua promessa de sair de Gilead com o maior número de crianças que conseguir e para isso tenta persuadir o comandante a ajudá-la. “Ele está com medo”, ela pensa, “O medo pode ser um grande motivador”. Joseph pode ter se chocado com suas limitações e não vê saída do sistema que ele mesmo ajudou a construir.

O medo também pode fazer pessoas corajosas recuarem para uma relativa segurança: June pede ajuda a Alma e ela nega. Antes que a discussão se desenvolva, o alarme toca e todas as aias se dirigem para o pátio para uma inspeção com o Comandante Stabler, o Comandante Waterford, Serena e Tia Lydia.

De volta à casa dos Lawrences, June procura registros com informações sobre o paradeiro das crianças roubadas por Gilead. A Sra. Lawrence revela que tudo o que ela procura está nos dossiês do Centro Vermelho que Joseph mantêm no porão. June pergunta a Eleanor se ela não gostaria de fugir com Joseph, mas ela responde que o marido é um criminoso de guerra e não poderia atravessar a fronteira, senão acabaria morto, reconhecendo que ele mereceria isso.

Fred persuade o Comandante Winslow a examinar os Lawrences durante a Cerimônia e eles vão em busca de provas de que o casal não está resistindo ao ritual. Então não há escolha senão participar, já que um médico examinará June imediatamente após o ato. Eleanor se mostra disposta a aceitar a morte como punição por participar da criação do sistema que escravizou milhares de mulheres, mas entende que para isso June e as Marthas também acabariam punidas.

Nós já vimos algumas cerimônias em The Handmaid's Tale, no entanto, esse encontro foi de alguma forma ainda mais cruel. O vínculo que June construiu com Joseph e sua esposa e a jornada de resistência da criada foram elementos que transformaram o já desumano rito em um show de terror emocional. June tenta ser forte e instrui Lawrence a se desvincular do ato: “Você não é você. Eu não sou eu”, ela diz.

Quanto à situação de Nichole, Fred admite para Serena que, por conta de jogos políticos, seria melhor alongar o processo, então ela sugere outro caminho, mostrando o telefone que Mark Tuello deixou com ela.

No último momento do episódio, finalmente vemos a resistência das Marthas surgir. “Muffins significam sim” e a mesa da cozinha dos Lawrences está repleta de “sims”.​

The Handmaid

No episódio seguinte, "Liars", as Marthas estão dispostas a ajudar June a tirar 52 crianças de Gilead, mas a dificuldade é levantada por June logo nos primeiros minutos: “52 crianças e 10 lugares; como essa matemática funciona?”.

A aia ouve barulhos no escritório e encontra Eleanor apontando uma arma para Joseph. “Você foi estuprada por causa dele”, diz a Sra. Lawrence. “Eu sei que você quer matá-lo. Eu também gostaria de matá-lo, mas preciso dele vivo para consertar isso”, responde June, acalmando a senhora, que lhe entrega a arma e chora em seu ombro.

Serena e Fred fazem uma viagem até a fronteira com o Canadá em busca de um acordo mais intimista com Tuello. Na estrada, eles refletem sobre os avanços ambientais de Gilead e Fred permite que Serena dirija.

Algumas Marthas enfurecidas aparecem na casa dos Lawrences e revelam que têm seus próprios planos envolvendo o mercado negro e a Jezebels, e que os esforços de June para libertar as crianças podem colocar tudo a perder; elas se negam a ajudar na missão, mas concordam em não interferir. Joseph e Eleanor desaparecem da casa, e no escritório June encontra papéis picotados e um pedido de desculpas.

Os Waterfords se hospedam na casa de uma econofamília. Serena está claramente incomodada, e em uma conversa com o marido ela relembra os tempos em que eles viviam em um pequeno apartamento onde ela escreveu seu livro. Fred diz que ela era uma boa escritora e Serena pergunta como ele pôde tirar isso dela. O casal cogita deixar Washington e viver no interior, então, na hora de dormir, os dois compartilham um momento de ternura.

Mais tarde, o casal Lawrence se vê obrigado a voltar para casa. Joseph conta a June que não tem mais poder para sair de Gilead nem para conseguir o transporte que havia prometido. June pede para que ele a leve ao Jezebels, onde ela acredita poder encontrar ajuda com um membro do Mayday. Chegando lá, ela oferece ao homem as obras de arte que estão na casa dos Lawrences em troca do avião que traz as mercadorias.

Quando está prestes a sair, o Comandante George a chama para uma conversa privada. Ele tenta estuprar June, mas acaba morto por ela, atacado com uma caneta e um objeto de decoração. A Martha que chega para o serviço de quarto encontra June em choque, sentada no chão, agradece por tê-la salvado e a ajuda a sair do prédio.

Enquanto isso, Joseph e Serena encontram Tuello em um posto de gasolina abandonado e ele pede que o casal o siga até um local seguro para conversar. “Você confia nele?”, Fred pergunta a Serena, que responde positivamente. Depois de muito tempo na estrada, Tuello estaciona e quando o casal sai do veículo, ele anuncia que cruzaram a fronteira para o Canadá e Fred está preso por “crimes de guerra, crimes de agressão que violam acordos internacionais de direitos humanos e lei internacional, perseguição e tortura de civis, sequestros, escravidão e estupro”. Os dois são levados em direções opostas.

Com a música "Cloudbusting" de Kate Bush tocando ao fundo, Jane acorda ainda com a roupa com que foi ao Jezebels e coloca o traje de aia. Enquanto isso, as Marthas limpam o quarto no clube, incinerando o corpo de George e os lençóis ensanguentados. Joseph entrega uma arma para June dizendo que “Eles virão atrás de nós”.

Este texto foi escrito por Amarílis Virgínia Ferreira via nexperts.

Assuntos
Spoilers, Reviews, Streaming, Hulu, Summer Season 2019

Leia Mais

Deixe seu comentário