O Rei Leão: saiba as diferenças entre o live-action e a animação

  • por Minha Série em 27/07/2019 - 14:00

A versão live-action de O Rei Leão é bem fiel à história original da animação de 1994, mas algumas diferenças podem ser notadas desde o início do filme. Algumas pequenas, como a cena em que Rafiki carregava uma fruta para marcar a testa de Simba e na versão live-action ele marca o filhote com alguns galhos e raízes. Outras diferenças são maiores, como a cena da fuga da Nala, que não existe na versão original.

Confira as principais diferenças entre o live-action e a animação de O Rei Leão:

O comportamento de Scar

O Rei Leão: saiba as diferenças entre o live-action e a animação(Fonte: Disney/Divulgação)

Scar, na versão original, tinha um comportamento mais excêntrico, mais arrogante, com uma pegada mais “Queer”, o que fazia o público questionar a sexualidade do leão. Na versão live-action, Scar é mais sombrio, mais soturno. O ódio a Mufasa é mais claro desde o início do filme, inclusive trazendo novos fatos ao relacionamento dos dois. Alguns exemplos são o fato de Sarabi ter preferido ficar com Mufasa em vez de Scar e a fala que deixa a entender que a cicatriz no rosto de Scar foi causada pelo próprio Mufasa, em um duelo para decidir qual dos dois seria o rei.

O desenho de Rafiki

Na versão original de O Rei Leão, o desenho que Rafiki faz de Simba se tornou bem marcante, inclusive sendo muito utilizado posteriormente em produtos da animação. Como tinta para fazer o desenho na árvore, Rafiki utiliza a mesma fruta usada para pintar a testa do filhote. No live-action, além de o desenho ser diferente, a técnica empregada por Rafiki também muda: ele recorre a alguns insetos e uma espécie de poeira para fazer a ilustração.

Scar e as hienas

O Rei Leão: saiba as diferenças entre o live-action e a animação

O relacionamento de Scar também é diferente com as hienas. Na animação, a relação entre eles, parece ser de longa data, com uma confiança maior entre ambas as partes. No live-action entende-se que a parceria surge quando Scar revela seu plano de matar Mufasa e Simba. Essa nova maneira de abordar o relacionamento de Scar e as hienas torna o desfecho com a morte de Scar mais crível, visto que a confiança entre eles, no live-action, não é tão grande quanto na animação.

As hienas

As hienas estão diferentes na nova versão de O Rei Leão. Na versão animada, praticamente em todas as cenas, eram apenas três hienas: Shenzi, Banzai e Ed. No live-action, o número de hienas é bem maior, e elas sempre andam em bandos. Além disso, o trio principal é formado por Shenzi, Kamari e Azizi. Azizi ainda tem a falta de inteligência de Ed; porém, ao contrário de Ed, que não parava de rir, Azizi apenas apresenta problemas em relação ao seu espaço pessoal, invadindo o espaço de Kamari várias vezes. Ainda é engraçado, mas com uma pegada diferente da que existe no original.

A fuga de Nala

As leoas ganharam uma importância maior no remake de O Rei Leão, inclusive Nala, que decide fugir da tirania de Scar para buscar ajuda. A cena da fuga de Nala é algo que não existe na versão original; é tensa e valoriza ainda mais a força das leoas.

A galera de Timão e Pumba

O Rei Leão: saiba as diferenças entre o live-action e a animação(Fonte: Disney/Divulgação)

Além das hienas, outro “cenário” que ganhou uma presença maior de animais foi a floresta onde vivem Timão e Pumba. Na animação, Timão, Pumba e Simba ficavam muito mais isolados. No remake, a floresta é bem mais cheia, com várias espécies de animais. Há inclusive um antílope que morre de medo de Simba – o que rende uma cena hilária.

O ciclo da vida do pelo de Simba

A maneira como o tufo de pelo de Simba chega até Rafiki – o que faz com que Rafiki saiba que Simba ainda está vivo – é diferente nas duas versões. Na animação, o tufo é carregado pelo vento, chegando até Rafiki. No live-action, os pelos de Simba acabam sendo carregados pelo ar, pela água e pelo bico de um passarinho. Depois acabam comido por uma girafa, sendo carregados por um “besouro rola-bosta-africano” e por formigas que acabam os levando até Rafiki. Os pelos passam por um verdadeiro “ciclo da vida”.

Simba revendo Mufasa

Simba revê seu pai morto, Mufasa, nas nuvens, assim como no original; porém, são grandes as diferenças. Antes a imagem de Mufasa aparecia claramente nos céus, para Simba. Agora, a maneira como seu pai aparece é bem mais sutil: visto apenas como uma nuvem de uma tempestade.

A nova música

O Rei Leão: saiba as diferenças entre o live-action e a animação​(Fonte: Kwaku Alston/Disney)

A nova versão de O Rei Leão ganhou uma nova música, chamada “Spirit”, que na versão original é interpretada por Beyoncé. A música toca na cena em que Simba aceita seu destino e decide voltar para casa.

O hula de Timão e Pumba

Para servir de isca e distrair as hienas enquanto Simba chega à Pride Rock, Timão, na versão original, se veste como uma havaiana e canta uma icônica música para “vender” Pumba. Mas, no remake, Timão não dança nem canta, apenas declama um trecho de “Be Our Guest”, apresentado em A Bela e a Fera.

E você, viu mais alguma grande diferença entre a animação e o live-action?

Este texto foi escrito por Marcelo Omega via nexperts.

Assuntos
Especiais, Entretenimento, Cinema, Listas

Leia Mais

Deixe seu comentário