Ellen Pompeo diz que Grey's Anatomy era 'ambiente tóxico' nas primeiras temporadas'

  • por Giovanna Tortato em 05/06/2019 - 14:53

As primeiras temporadas de Grey’s Anatomy podem ser as favoritas da maioria dos fãs, mas a protagonista Ellen Pompeo não guarda boas lembranças do “tempo aúreo” da série.

“Nos primeiros 10 anos tivemos sérios problemas culturais, muito mau comportamento, um ambiente de trabalho realmente tóxico”, revelou a atriz para Taraji P. Henson (de Empire) como parte da série Actors on Actors da Variety, na qual atores entrevistam seus pares. Ela ainda confessa ter continuado interpretando Meredith Grey por tanto tempo pois, quando teve filhos, “não se tornou mais sobre mim. Eu precisava sustentar minha família”.

Pompeo ainda explicou que o fim da 10ª temporada de Grey’s Anatomy marcou um momento de grandes mudanças na frente e atrás das câmeras do drama médico.

Ellen Pompeo diz que GreyEllen Pompeo diz que Grey's Anatomy era 'ambiente tóxico' nas primeiras temporadas'

“Tornou-se meu objetivo ter uma experiência da qual eu poderia ficar feliz e orgulhosa, porque nós tivemos muito tumulto por 10 anos. Então minha missão se tornou: ‘isso não pode ser fantástico para o público e um desastre nos bastidores’. Shonda Rhimes e eu decidimos reescrever o final desta história. Isso é o que me manteve. Patrick Dempsey deixou o show na 11ª temporada, e o estúdio e a emissora acreditavam que a série não poderia continuar sem o protagonista masculino. Então eu tinha a missão de provar que poderia. Eu estava em uma missão dupla.”

A atriz ainda revelou que nunca se sentiu “desafiada criativamente” em Grey’s Anatomy e, por isso, decidiu explorar outros objetivos em sua carreira, tornando-se uma das produtoras executivas e chegando a dirigir dois episódios da série: “Be Still, My Soul” e “Old Scars, Future Hearts”.

Mais notícias sobre Grey's Anatomy:

Assuntos
Bastidores, Celebridades

Leia Mais

Deixe seu comentário