Shazam!: entenda a cena pós-créditos

  • por Minha Série em 08/04/2019 - 21:15

Atenção! Este texto conta com spoilers de Shazam!.

Shazam! estreou no fim da semana passada e superou as expectativas de bilheteria. No entanto, quem esperou no cinema para assistir às duas cenas pós-créditos pode ter ficado um pouco confuso. Afinal, o que significa aquela lagarta que aparece na primeira sequência?

No começo do filme, quando o jovem Dr. Silvana é atraído para a caverna do Mago Shazam, uma lagarta está dentro de um estojo. No meio do longa, o recipiente está quebrado e o animal parece ter escapado. Na cena pós-créditos, quando o vilão está na cadeia, a lagarta chega para propor uma aliança.

Relacionado: Shazam! explora sonho de todo garoto de ser super-herói (crítica)

Espectadores casuais do filme provavelmente não entenderão a referência; porém os fãs dos quadrinhos notarão que se trata do Senhor Cérebro, um alienígena inteligente e malvado que foi introduzido na história em 1943. Na época, o herói ainda era conhecido como Capitão Marvel.

Quem é o Senhor Cérebro?

O Senhor Cérebro vem de um planeta que é afiliado a um time de supervilões, conhecido como a Sociedade Monstro do Mal. Com o passar do tempo, ele começou a ser descrito como o único sobrevivente de uma raça de vermes de Vênus que domina o nosso mundo e vive dentro do ouvido do Dr. Silvana.

Os principais poderes do Senhor Cérebro são telepatia, controle de mentes e giro de sedas indestrutíveis em alta velocidade. Por ser extremamente pequeno, ele costuma ser bastante subestimado por seus inimigos, o que acaba se tornando uma grande vantagem.

Se levarmos em conta que Shazam! já pode ser considerado um sucesso de crítica e público, é questão de tempo até a Warner Bros. anunciar uma sequência para o filme. Então não será nenhuma surpresa se o Senhor Cérebro ajudar o Dr. Silvana a se tornar um oponente ainda mais forte para o herói.

Este texto foi escrito por Kamylla Silva via nexperts.

Assuntos
Cinema, DC, Quadrinhos/HQs

Leia Mais

Deixe seu comentário