The OA: tudo que você precisa lembrar antes da 2ª temporada

  • por Minha Série em 22/03/2019 - 13:20

Parece mentira, mas o primeiro ano de The OA estreou em dezembro de 2016 — sim, há mais de 2 anos. Desde então, ficamos órfãos de Prairie, Homer, Hap, Khatun e de toda a aura misteriosa e complexa da série.

Já que a segunda temporada chega dia 22 de março à Netflix e as perguntas são muitas, nada melhor do que desenferrujarmos os cinco movimentos e relembrarmos a jornada da anjo original:

Foto: Netflix

A história

Basicamente, a primeira temporada de The OA gira em torno de Prairie Johnson, uma mulher que tenta convencer cinco pessoas (Steve, French, Buck, Jesse e BBA) de que é mais do que uma vítima de sequestro. Ela acredita que é a OA, a Anjo Original (do inglês the Original Angel), e cada um de seus ouvintes se junta a ela por motivos de sua própria jornada pessoal.

Foto: Netflix

Steve, por exemplo, é um jovem com problemas de comportamento, prestes a ser enviado a uma espécie de reformatório. Ilegalmente, ele fornece hormônios para Buck, um garoto trans. Enquanto isso, Jesse vive com a irmã após a mãe cometer suicídio.

Já French aguenta a pressão de sustentar a família e ser o prodígio dos esportes com o uso de drogas. Por fim, BBA, apelido de Betty Broderick-Allen, é uma professora que perdeu o irmão gêmeo há pouco tempo, com quem tinha uma grande ligação.

Foto: Netflix

Todos eles se encontram com Prairie em uma velha casa abandonada e a deixam entrar em suas vidas, ouvindo sua história e, principalmente, seus planos para o futuro.

Um começo infeliz

Prairie conta que nasceu em uma família rica na Rússia, no fim dos anos 1980, com o nome de Nina. O dinheiro de seu pai incomodou a máfia russa, que tentou assassiná-la e a todos os seus colegas de escola quando criança… e conseguiu. Após morrer, ela escolhe voltar à vida no esconderijo de um ser celestial chamado Khatun. Nina desperta cega e é enviada para um internato nos EUA sob a promessa de que seu pai irá buscá-la, mas ele morre.

Foto: Netflix

Tempos depois, Nina é adotada por um casal norte-americano e deixa sua tia, uma traficante de bebês que a mantinha escondida em um bordel. Os novos pais a nomeiam Prairie e ela cresce acreditando que seu pai ainda está vivo; mais velha, tenta atraí-lo com seu violino no metrô de Nova York.

O gênio do mal

Hap é um ex-anestesista obcecado por experiências de quase morte (EQMs). Ele engana Prairie e acaba sequestrando-a para realizar seus experimentos, que já contavam com outros quatro jovens. Ali, todos haviam voltado da morte: Homer, Rachel, Scott e, futuramente, Renata.

Foto: Netflix

Prairie consegue recuperar sua visão após outro encontro com Khatun em uma EQM e, com a ajuda dos outros presos, descobre cinco movimentos corporais que podem levá-los para outra dimensão. Então ela e Homer se apaixonam. Quando OA conhece o último movimento, Hap a abandona em uma estrada e diz que ele mesmo irá para outra dimensão com os presos.

Anos depois, ela é reencontrada por seus pais adotivos.

Foto: Netflix

De volta a sua cidade natal, Prairie está convencida a ensinar os cinco movimentos a um novo grupo para que possa reencontrar Homer na outra dimensão. Apesar de todos acreditarem na história, sua confiança é posta em risco quando encontram livros estranhos em sua casa, os quais poderiam ter sido usados como material para que ela tivesse inventado tudo aquilo.

Por outro lado, o psicólogo do FBI classifica seus relatos como ilusões de grandeza, fruto de um trauma na infância e intensificado pelo sequestro. Ainda assim, sua presença na casa de Prairie no meio da noite é suspeita, inclusive por ser o dia em que os livros são encontrados.

Foto: Netflix

Sem saída

Mesmo desconfiados, quando um atirador invade a escola, o grupo se levanta no refeitório e, por instinto, executa os cinco movimentos. O assassino se distrai e acaba sendo imobilizado, mas dá um último tiro que acerta o peito da OA. Apesar disso, os movimentos pareceram levá-la à outra dimensão, enquanto seu corpo é transportado por uma ambulância.

Foto: Netflix

Na cena, Steve corre atrás do veículo, implorando para que Prairie o leve com ela. A OA desperta em um quarto branco, aparentemente confusa ao olhar para algo que não vemos. “Homer?”, ela indaga, e assim termina o primeiro ano do seriado.

A estreia da parte 2 de The OA acontece em 22 de março na Netflix.

Este texto foi escrito por Caíque Pereira via nexperts.

Assuntos
Reviews, Especiais, Netflix, Streaming

Leia Mais

Deixe seu comentário