Netflix desembolsa milhões por Friends enquanto Warner prepara streaming

  • por Guilherme Haas em 06/12/2018 - 02:18

O susto que os fãs da série Friends levaram pela proximidade do fim da licença de streaming da popular sitcom pela Netflix norte-americana acabou revelando curiosidades sobre o mercado e os planos do grupo Warner para o futuro.

O contrato vigente relacionado à comédia dos amigos de Central Perk, assinado em 2014 e com duração de 4 anos, dava à Netflix os direitos exclusivos de transmissão da série em um streaming (lembrando que reprises de Friends são exibidas na TV), ao custo de incríveis US$ 30 milhão por ano.

Como os assinantes da Netflix sabem, títulos entram e saem constantemente do catálogo devido a esses contratos e licenças; mas Friends não é uma atração qualquer, mas um dos programas mais assistidos, revistos e procurados da plataforma.

Para manter Joey, Monica, Chandler, Phoebe, Ross e Rachel em sua biblioteca, a Netflix fechou um novo acordo com a WarnerMedia – em um valor entre US$ 70 e 80 milhões segundo reportagem do The Hollywood Reporter, corrigindo as fontes do New York Times que apontavam para um negócio de US$ 100 milhões! – assegurando a exclusividade da distribuição da série em streaming para o ano de 2019.

O novo contrato permite, porém, que a WarnerMedia ofereça Friends a/em outros serviços de streaming a partir de 2020 – o fim da exclusividade significa que a série poderá ser disponibilizada, após 2019, tanto na Netflix quanto em outras concorrentes, como a própria plataforma que o grupo Warner está desenvolvendo!

Amigos, amigos... negócios à parte

Na conferência da Global Media and Communications, o executivo Randall Stephenson, presidente e CEO da AT&T – a nova dona do grupo Warner com a recente aprovação da compra multimilionária – comentou o caso Friends e o acordo com a Netflix:

Friends é o tipo de conteúdo que definitivamente gostaríamos em nossa plataforma, e é obviamente muito importante para a Netflix também. É necessário que a série seja exclusiva da WarnerMedia em seu streaming? Não, não é necessário, é apenas importante que tenhamos o conteúdo”, ressaltou Stephenson. “O que isso significa? Significa que Friends poderá ir para a nossa plataforma também”.

chandler bing applause GIF

O streaming da AT&T e WarnerMedia (ainda sem nome) tem previsão de lançamento para o final de 2019, quando enfrentará um mercado cada vez mais competitivo, mas que representa o futuro de toda a indústria. No próximo ano, a Apple e a Disney também entram com força na entrega de conteúdos online, fazendo concorrência à Netflix, Amazon Prime Video, Hulu e similares.

Uma coisa é certa: se a plataforma da AT&T/Warner contar com a biblioteca de produções da Warner Bros. Television, como Friends, The Big Bang Theory e Two and a Half Men, as rivais devem mesmo ficar atentas – e pagar os milhões necessários enquanto puder aproveitar os títulos da empresa.

Assuntos
Bastidores, Netflix, Streaming

Leia Mais

Deixe seu comentário