Produtor de Arrested Development fala sobre incidente entre os atores

  • por Minha Série em 12/06/2018 - 06:00

A nova temporada de Arrested Development foi lançada em meio à repercussão da discussão entre Jeffrey Tambor (George Bluth Sr. e Oscar Bluth) e Jessica Walter (Lucille Bluth) durante as gravações dos episódios. O produtor da série, Mitchell Hurwitz, comentou sobre o incidente em entrevista ao site Deadline e fez mea-culpa por não ter percebido a gravidade da situação.

Há algumas semanas, Walter disse, em meio a lágrimas, que sofreu assédio verbal de Tambor durante as filmagens. Na ocasião, todo o elenco estava reunido para uma entrevista ao The New York Times, devido ao lançamento da nova temporada de Arrested Development.

A própria atriz disse que o intérprete de George Bluth Sr. pediu desculpas pelo acontecimento e que isso não os impediria de trabalhar novamente, mas se mostrou abalada pela discussão. Ela ainda afirmou que Jason Bateman (Michael Bluth) teria dito que situações semelhantes seriam recorrentes. “Em quase 60 anos de carreira, ninguém havia gritado assim comigo no set. E é difícil lidar, mas agora já superei”, Walter completou.

Ao comentar o incidente, Hurwitz deu mais detalhes sobre o que aconteceu entre os dois atores. Primeiro, ele contou que, em parte, soube da discussão pelos jornais e que o que testemunhou não parecia algo tão importante. “Mas brigas e explosões sempre começam com coisas menores”, diz o produtor.

O problema teria iniciado em abordagens diferentes que Walter e Tambor queriam dar para uma cena. “Era algo menor, como ele estar no meio de uma fala e Jessica querer refazer algo em sua própria parte”, explicou. “Ela é perfeccionista, e ele meio que perde a paciência, fica irritado se for interrompido no meio de uma fala, por exemplo... e ela estava começando de novo, quando ele ficou transtornado e foi algo como ‘Ah, não! Você sempre faz isso!’. Ele continuou, e ela pediu desculpas. ‘Desculpe, Jeffrey, desculpe’. Mas ele prosseguiu e depois saiu – do set, aparentemente, mas saiu da cena”, Hurwitz continuou.

De acordo com o produtor, não pareceu algo que gerou um grande espanto, principalmente para quem vê isso diariamente, porque todos são muito sensíveis a qualquer tipo de interrupção. O problema é que Tambor voltou e continuou falando mais outras coisas para sua colega de trabalho.

Logo após o acontecimento, Walter disse ao produtor que o acidente a tinha incomodado e que ela teria aceitado as desculpas de Tambor. Hurwitz ainda elogia o profissionalismo da atriz, dizendo que ela não levantou mais o assunto, embora ainda estivesse chateada, o que permitiu continuar as filmagens. “Ela é completamente profissional, e o set continuou funcionando normalmente como sempre, devido ao seu profissionalismo. Isso é um crédito imenso dela”, completou.

Na entrevista, Hurwitz expressa arrependimento por não ter percebido a gravidade do acontecimento no exato momento. “Sinto-me culpado por não ter percebido quão profundamente perturbador aquilo foi para Jessica”, ele disse. Após a entrevista ao The New York Times, porém, é que Hurwitz afirma ter notado o quanto a intérprete de Lucille Bluth foi afetada pela situação, mas que não é seu papel opinar sobre o peso que acha que a situação teve para ela. “Eu interpretei errado o que acho que aconteceu e, mais importante, a profundidade da dor de Jessica sobre isso. Sinto-me muito mal. Sinto-me mal porque eu amo essas pessoas, sinto-me mal por razões muito pessoais... Eu queria ter sabido, ou feito mais esforço para saber, a dor que aquilo causou”, conta o produtor.

Hurwitz ainda falou especificamente sobre Tambor, que foi acusado de assédio sexual em sua outra série, Transparent, da qual foi afastado. Dizendo que o ator nega as acusações e que nunca ouviu alegações do tipo em relação ao intérprete de George Sr., o produtor também ressaltou que Walter fez questão de afirmar que não foi assediada nesse sentido. “Para ser claro: ao dizer isso, não estou defendendo assédio sexual. É e deve ser um motivo para encerrar o contrato. Eu só não tenho qualquer informação sobre o que aconteceu lá nem evidência alguma de que ele tenha assediado sexualmente alguém durante os 20 anos em que trabalhamos juntos.”

O produtor diz que Tambor pode ser difícil, mas não é agressivo — tenha claramente havido uma explosão com Walter. “Fora isso, em geral ele é um cara emotivo que ou gosta ou não gosta de sua performance e é franco sobre tudo, o que é um problema ao lidar com pessoas. Acho que ele vai aprender, a partir do incidente, que existe uma causa e um efeito no mundo”. Ele ainda garante que, apesar do acontecimento, o elenco permanece harmonioso.

Este texto foi escrito por Camila Pessoa via nexperts.

Assuntos
Bastidores

Leia Mais

Deixe seu comentário