Netflix perde US$ 39 milhões depois de polêmicas com Kevin Spacey

  • por Minha Série em 24/01/2018 - 14:18

Na segunda-feira (22), a Netflix divulgou o relatório de ganhos do último trimestre e revelou que teve uma perda de US$ 39 milhões por conta de um “conteúdo inédito que decidiram não levar para frente”. Embora não tenham especificado o que teria causado o prejuízo, ficou claro que houve relação com o caso de Kevin Spacey.

No fim do ano passado, quando Spacey foi acusado de assédio sexual por várias vítimas, a Netflix decidiu cortar relações com o ator. Isso causou seu afastamento em House of Cards e o cancelamento de Gore, filme protagonizado por ele que já estava em pós-produção.

David Wells, diretor financeiro da Netflix, afirmou que esses tipos de danos nos negócios são uma faceta contínua do mundo de Ted Sarandos (chefe de conteúdo da Netflix) em relação à produção de conteúdo. “Nós só não tínhamos experienciado ainda um dessa magnitude, relacionado com a redefinição da sociedade em relação ao assédio sexual, então foi incomum nesse sentido”.

E Kevin Spacey não foi o único a ser afetado pelas denúncias. A plataforma de streaming também cancelou o plano de produzir um especial de stand-up com Louis C.K., que foi acusado de comportamento sexualmente inapropriado, e afastou Danny Masterson de The Ranch após acusações de estupro. Os últimos casos, entretanto, não tiveram impacto no prejuízo reportado no relatório.

A perda que a Netflix sofreu é apenas um sinal do impacto que as recentes acusações de assédio sexual podem ter nas produtoras e distribuidoras de Hollywood. Apesar disso, ainda no relatório, a empresa registrou um recorde de 8 milhões de novos assinantes mesmo com o aumento de preços que teve no período.

Este texto foi escrito por Juliana de Carvalho via n-Experts.

Assuntos
Netflix, Celebridades

Leia Mais

Deixe seu comentário