9 teorias sobre Star Wars: Os Últimos Jedi

  • por Minha Série em 12/01/2018 - 13:58

Lançado em dezembro do ano passado, o mais recente filme da franquia de Star Wars foi muito bem recebido pelos fãs. A produção era aguardada com muita expectativa; afinal, como ficaria a princesa Leia, depois da morte de Carrie Fisher? Como seria a jornada de Rey e Kylo Ren? Essas e mais diversas perguntas foram respondidas no filme — mas, como já sabemos que acontece, os fãs formularam as mais diversas questões a respeito do que viram em cena. Confira algumas das melhores teorias sobre Star Wars: Os Últimos Jedi:

1. Adiantando as coisas

Com a morte de Carrie Fisher, muito do filme teve que ser alterado. Na última vez que vimos a General Organa, ela estava liderando a Resistência e chamando outros rebeldes. Assim, seria um pouco estranho não a ver no filme seguinte, certo?

Bom, os fãs acreditam que o melhor jeito de lidar com isso é dar um pulo no tempo entre Os Últimos Jedi e Episódio IX. Alguns acreditam que 5 anos seria suficiente, mas outros acham que é melhor 15 anos. Assim, Leia teria tempo de falecer, e seria possível que outro membro assumisse a liderança da Resistência.

2. A luta agora é outra

Desde os primeiros filmes, o conflito no universo de Star Wars sempre foi sobre a luz contra a escuridão. Porém, no último, as coisas ficaram um pouco diferentes: boa parte de Os Últimos Jedi se passa em uma área mais cinzenta, digamos, em vez de ser tudo preto no branco.

Tanto Kylo Ren quanto Rey têm momentos de escuridão e luz: Rey vai para a escuridão no planeta Ahch-To para descobrir a verdade a respeito de seus pais. Rey e a Resistência lutam por equilíbrio no governo assim como lutariam por equilíbrio na Força, enquanto Kylo Ren quer o poder apenas para ele porque, de bobo, ele não tem nada.

3. Kylo pode morrer como Darth Vader

Em O Retorno de Jedi, Luke percebe que há algo de bom em Darth Vader, tanto que seu último ato é matar seu mestre para salvar seu filho. Vader não sobrevive, mas ele tira sua máscara, e se vê que ele voltou à humanidade. Assim, dá para dizer que, no fim de Os Últimos Jedi, Kylo Ren ainda está em conflito.

Os fãs estão desconfiados de que, na verdade, isso fará com que ele morra de forma semelhante a Darth Vader. Em uma briga entre Kylo Ren e Rey durante uma batalha pela luz, Kylo percebe que ele não é mau como a Primeira Ordem.

4. Luke seria o vilão?

Há quem acredite que o Lado Sombrio da Força tenha um novo seguidor: Luke Skywalker. Mark Hamill já deixou claro o que queria que acontecesse com seu personagem e que discorda do que Rian Johnson decidiu fazer com Luke.

Será que, na verdade, ele está despistando a atenção do fato de que Luke se tornou alguém mau — que era o que ele queria —, no lugar de mostrar que não havia gostado do final dado a ele? Além disso, há o cartaz oficial do filme: Luke e Kylo Ren estão conectados em vermelho, cor característica dos Sith...

5. Tons de cinza

...o que também pode significar que Luke seria um "Jedi Cinza". Se um Jedi escolhe o lado da luz, deve renegar suas emoções. Se escolher a escuridão, isso significa que ele vai se tornar uma espécie de sociopata. Nisso tudo, é preciso haver um meio-termo, certo?

Esse é um conceito do Universo Expandido de Star Wars, que permite que um Jedi caminhe entre a luz e a escuridão para trazer equilíbrio à Força. Isso alimenta a teoria de que Luke vai acabar com a Ordem Jedi tradicional.

6. Rey pode ser filha da Força

Essa não é uma das teorias mais populares, mas mesmo assim é possível. Anakin Skywalker é filho dos Midi-chlorians e nasceu de Shmi Skywalker. Assim, Rey poderia muito bem não ter pais, porque ela teria nascido da própria Força!

Isso explicaria por que ela não possui memórias dos pais e por que lembra apenas de ter sido abandonada. Em O Despertar da Força, vemos que ela tem fragmentos de memórias de uma nave indo embora. Alguém tem algum palpite sobre quem estava naquela nave?

7. Ou poderia ser um clone de Luke

Rey ser clone do Luke não é tão difícil quanto parece. Boa parte das teorias supõem que a Primeira Ordem estaria por trás da clonagem para criar alguém sensível à Força, que pudesse vencer Luke.

O DNA teria sido obtido da mão decepada de Luke. O sabre de luz dele já fora recuperado, o que significa que a mão também deve ter sido encontrada. Outra forma seria via capacete de Darth Vader, pois Luke o tirou do vilão quando ele estava morrendo, em O Retorno de Jedi.

8. Os Cavaleiros de Ren seriam alunos de Luke

Por volta da metade do filme, Rey recebe o velho sabre de luz de Luke — que, aliás, é o que perdeu a luta contra Darth Vader em O Império Contra-Ataca. Quando ela o toca, tem várias visões, inclusive uma de Kylo Ren e um grupo de encapuzados chamados “Os Cavaleiros de Ren”.

É improvável que Kylo Ren conseguiria seguidores tão fortes depois de trair Luke, a menos que ele convencesse os alunos de Luke a se juntarem a ele — o que explicaria o fato de Luke se exilar em Ahch-To.

9. Jar Jar Binks seria o Líder Supremo

Sim, há quem acredite nessa teoria. Para alguns fãs, Jar Jar Binks não apenas seria o Snoke, como também estaria mexendo os pauzinhos por trás da criação do Império e da Primeira Ordem desde o começo.

A principal evidência, segundo os fãs, é que Palpatine e Jar Jar podem ser do mesmo planeta, e os gungans convenceram o Senado a dar poderes de emergência como uma espécie de vingança contra os Sith. Aliás, há quem ache que Jar Jar é tão poderoso que pode usar a Força para manipular sua aparência.

Você que é fan de Star Wars, sabia que temos cupons de desconto exclusivo para as capinhas temáticas na GoCase? MS15 - 15%OFF nas compras a partir de 2 capinhas da sua série favorita. Clique aqui e confira!

Este texto foi escrito por Danielle Cassita via N-experts.

Assuntos
Especiais, Cinema

Leia Mais

Deixe seu comentário