Conheça 10 heróis da cultura pop que são ícones LGBTs

  • por Minha Série em 10/11/2017 - 17:21
Resultado de imagem para green lantern gay

Desde sempre as histórias dos quadrinhos, do cinema e da TV refletiram a sociedade e toda sua evolução. Se até pouco tempo atrás inserir um personagem gay em HQ, filme ou série era considerado chocante, atualmente o público LGBT pode se ver muito mais representado nesses produtos culturais.

Nos últimos anos, por exemplo, diversos personagens em quadrinhos se declararam gays. Em 2015, a Marvel Comics revelou a homossexualidade de um dos membros fundadores dos X-Men, o Homem de Gelo. Três anos antes, o personagem Estrela Polar se casou com seu antigo namorado.

Toda a história dos X-Men, aliás, pode ser considerada um grande metáfora sobre a perseguição da sociedade contra gays e outras minorias.

Nós preparamos uma lista com 10 personagens da cultura pop que se declararam abertamente gays pelos seus autores ou são considerados ícones LGBTs. Confira!

10. Dumbledore (da série Harry Potter)

Resultado de imagem para dumbledore

J.K. Rowling, a autora da série Harry Potter, nunca escreveu uma linha nos livros afirmando que o grande bruxo Dumbledore era gay, mas a intensa relação do diretor de Hogwarts com o bruxo das trevas Gellert Grindewald chamou a atenção dos fãs, que a questionaram sobre a orientação sexual do protetor de Harry. Em 2007, Rowling confirmou que, sim, Dumbledore era gay. Em 2015, um tweet para J.K. Rowling questionava a autora sobre o fato: "Eu me pergunto por que você disse que Dumbledore é gay, porque eu não consigo enxergá-lo desse jeito". A resposta de Rowling foi a seguinte: "Talvez seja porque as pessoas gays se parecem com... pessoas?".

9. Willow (da série Buffy, a caça-vampiros)

Buffy, a caça-vampiros é uma das séries mais impressionantes, por ter mostrado a descoberta da adolescência e da vida adulta por meio de metáforas. A série ousou em 1999/2000 quando revelou ao público que Willow, interpretada por Alysson Hannigan (How I Met Your Mother), era lésbica. A série foi pioneira ao colocar uma personagem de destaque na trama como homossexual e abriu caminho para diversas outras produções abordarem o tema de forma natural. A relação de Willow com sua namorada Tara (Amber Benson) foi tratada com a mesma importância de uma relação heterossexual na história. Buffy, a caça-vampiros teminou na sétima temporada, mas continuou em HQs. Nas páginas, até mesmo Buffy teve uma experiência homossexual.

8. Batwoman (DC Comics)

Resultado de imagem para batwoman lesbian

Kathy Kane, a Batwoman, tinha relações com Bruce Wayne/Batman, mas foi assassinada pela Liga dos Assassinos e o Tigre de Bronze nos quadrinhos, na edição de setembro de 1979. Em 2006, ela voltou como uma mulher poderosa e lésbica! Na edição 52, Batwoman reapareceu tendo um romance com a ex-detetive Renee Montoays. A personagem é importante nos quadrinhos porque, na história, ela enfrentou o preconceito das forças armadas e lutou contra a política "Don't ask, don't tell" (Não pergunte, não conte), antiga regra de restrição do exército dos Estados Unidos que proibia que soldados e oficiais revelassem ser homossexuais.

7. Estrela Polar (Marvel Comics)

Resultado de imagem para estrela polar gay

Primeiro personagem da Marvel a assumir a homossexualidade, em 1992, Jean-Paul Beaubier, o Estrela Polar, também foi o primeiro a protagonizar um casamento gay na história dos quadrinhos de super-heróis, em Astonishing X-Men, na edição 51, em maio de 2012. Ele e o marido, Kyle, também adotaram um bebê com o vírus HIV. John Byrne criou o personagem em 1979 já com o intuito de ser um personagem gay, mas os editores na época não permitiram que a orientação sexual fosse revelada.

6. America Chavez (Marvel Comics)

Resultado de imagem para america chavez

A mais nova heroína da Marvel vem fazendo bastante sucesso entre o público LGBT. America Chavez é negra, latina, gay e inspirada em Beyoncé. Ela apareceu na segunda edição do quadrinho America como uma mulher empoderada, fazendo parte do grupo de Vingadoras mulheres.

A mutante azul da Marvel é bissexual! Ela já se envolveu com alguns personagens homens de X-Men, mas o relacionamento mais marcante foi com a mutante Sina, com quem se casou e criou uma filha adotiva por mais de 10 anos. A menina virou a mutante Rogue anos depois.

5. Mulher-Maravilha (DC Comics)

A Mulher-Maravilha sempre foi um ícone de poder, feminismo e empoderamento mesmo sem ter sua sexualidade questionada, mas em 2016 o roteirista Greg Rucka afirmou em entrevista que a famosa super-heroína é bissexual. Ah, existe também uma petição online criada nos Estados Unidos para que a personagem também seja retratada como bi nos próximos filmes da franquia da Warner Bros.

4. Mulher-Gato (DC Comics)

Resultado de imagem para catwoman lesbian

A desconfiança dos leitores era antiga, mas a confirmação de que a Mulher-Gato era bissexual só veio em 2015. Na edição 39 de Catwoman, ela beija outra mulher. Na história, a Mulher-Gato, cujo nome verdadeiro é Selina Kyle, está em guerra contra uma família de Gotham City. Nesse período, ela conhece Eiko, com quem compartilha a identidade secreta. As duas, então, vivem um romance.

3. Homem de Gelo (Marvel)

Resultado de imagem para iceman gay

Bobby Drake, o Homem de Gelo, da série X-Men, assumiu ser gay em 2015. A revelação veio do personagem na adolescência, em uma conversa com sua colega, Jean Grey. Ambos viajaram no tempo e voltaram para a adolescência. O mais bacana é que a história se preocupa em mostrar o sofrimento do personagem por viver no armário durante anos na sua fase adulta. Sua versão jovem já experimentou o primeiro beijo gay nesse ano e está namorando um inumano, mas o Bobby adulto ainda enfrenta as dificuldades para sair do armário e está aprendendo a lidar com o preconceito da sociedade. O primeiro beijo na fase adulta ocorreu em outubro de 2017, na edição 6.

2. Lanterna Verde (DC Comics)

Resultado de imagem para green lantern gay
O Lanterna Verde apareceu nos quadrinhos pela primeira vez em 1940 e reapareceu como gay no segundo número da HQ Terra 2, em 2012, em meio à explosão de personagens de quadrinhos saindo do armário e logo após o então presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmar ser a favor do casamento entre pessoas do mesmo sexo. Na época, a organização cristã conservadora dos EUA One Million Moms propôs um boicote à revista, mas foi tão atacada por comentários contrários que precisou tirar o site do ar.

Ah, um dado triste: em painel na Comic Con, em 2012, que abordou a homossexualidade nos quadrinhos de super-heróis, o quadrinista James Robinson, autor de Lanterna Verde, disse que os piores ataques preconceituosos vieram dos leitores brasileiros.

1. Batman (DC Comics)

Resultado de imagem para batman hq 2017

O roteirista das HQs de Batman demorou mais de 20 anos para finalmente contar ao público que, sim, "Batman é muito, muito gay", nas palavras de Grant Marrison. Segundo ele, a homossexualidade faz parte do Batman desde sempre: “Não estou falando em gay num sentido pejorativo. É óbvio que enquanto personagem fictício ele é heterossexual, mas a base do conceito é absolutamente gay.”


Este texto foi escrito por Rodrigo de Lorenzi via N-Experts.

Assuntos
Especiais, Cinema, Marvel, DC, Quadrinhos/HQs

Leia Mais

Deixe seu comentário